top of page

5 dicas para proteger os seus dados

Atualizado: 22 de mar. de 2023


Homem de pele preta, sorrindo, de frente para um computador, enquanto analisa a tela.

Segurança da Informação é um termo que cada vez mais surge no dia a dia das pessoas. Seja na imprensa, em notícias sobre vazamentos de dados e fraudes na internet ou mesmo no trabalho.


Esse novo conceito fica cada vez mais relevante em um momento em que toda a população está na internet: Redes sociais, aplicativos de mensagens ou de serviços como delivery e transporte, provedores de e-mail, portais de notícia, internet banking. São diversos os motivos pelos quais ficamos sempre conectados.


Mais do que estar online, de alguns anos para cá, as pessoas passaram a fazer mais transações online, realizando transferências entre contas, pagamentos e compras em e-commerce.


Com esse aumento da vida digital houve também um aumento na quantidade de dados pessoais que ficam na nuvem. Informações, muitas vezes sigilosas, que são disponibilizadas na internet.


É claro que quando inserimos nossos dados em algum site ou enviamos informações pela internet acreditamos estar em ambiente seguro. Mas, os dados mostram que nem sempre essas transações são confiáveis. Em 2021, houve um aumento de 16,8% nas transações suspeitas no Brasil, segundo dados da Serasa.


Assim, é fundamental que todos entendam o que é Segurança da Informação e como aplicar isso na prática. Por isso vou dar 5 dicas de como proteger seus dados no dia a dia:


1) Somente compre de sites confiáveis - cuidado com a falsificação de sites, ou seja, um site que parece o site famoso, mas não é que só existe para roubar seus dados. Analise todos os detalhes presentes no site para se certificar que é o site original. Na dúvida, não coloque seus dados ali!

2) Ative autenticação de dois fatores em todas as redes sociais - isso dificulta a vida daquele que quer roubar o seu perfil;

3) Deixe sua foto do perfil do whatsapp somente para seus contatos adicionados visualizarem. Muitos golpes do whatspp estão ocorrendo através da metodologia de que o criminoso pega a foto de alguém, adiciona a outro número e começa o diálogo falando que mudou o número. Ao ver a foto do conhecido, geralmente a outra parte não desconfia do golpe e segue o bate papo que, geralmente, finaliza no pedido de um valor por pix..

4) Falando do golpe do pix: desconfie! Seja de pedidos de pix por whatsapp ou pessoas vendendo produtos no instagram ou facebook. Entre em contato, pessoalmente ou ligando, para a pessoa que está pedindo o $ ou fazendo o anúncio e se certifique de aquilo é, de fato, verdadeiro, antes de transferir o dinheiro!

5) Não use o seu CPF como chave pix. O CPF é um dado muito importante e, como ele, conseguimos ter acesso a muitas informações do titular e, inclusive, contratar serviços para esse. Quando você coloca o CPF como sua chave pix você está distribuindo seu CPF para muitas pessoas. Troque por um e-mail ou chave aleatória.



Como se pode reparar, trata-se de medidas simples mas garante maior seguranças as suas informações. Seja o maior interessado em manter essa segurança!


17 visualizações

Comments

Rated 0 out of 5 stars.
No ratings yet

Add a rating
bottom of page